terça-feira, 27 de junho de 2017

Quem é o anticristo segundo a Bíblia?

Quem é o anticristo segundo a Bíblia?
Quem é o anticristo segundo a Bíblia?
Reis e imperadores da Idade Média tachavam seus inimigos de anticristos.

Martinho Lutero, líder da Reforma alemã, dizia que os papas católicos romanos eram anticristos.
VISTO que o termo "anticristo" já foi usado em contextos tão diversos, muitas pessoas se perguntam: ‘Quem é o anticristo? O que ele tem a ver conosco hoje?’ Com certeza, o lugar mais lógico para descobrir a identidade do anticristo é a Bíblia, onde esse termo aparece cinco vezes.

O ANTICRISTO É REVELADO

O único escritor da Bíblia a usar a palavra "anticristo" foi o apóstolo João. Como ele descreveu o anticristo? Na primeira carta que leva seu nome, João escreveu estas palavras: "Criancinhas, é a última hora, e, assim como ouvistes que vem o anticristo, já está havendo agora muitos anticristos; sendo que deste fato obtemos o conhecimento de que é a última hora. Saíram do nosso meio, mas não eram dos nossos. . . . Quem é o mentiroso, senão aquele que nega que Jesus é o Cristo? Este é o anticristo, aquele que nega o Pai e o Filho."  (1 João 2:18, 19, 22)

De acordo com João, o anticristo seria composto de todos os que deliberadamente espalham mentiras religiosas sobre Jesus Cristo e seus ensinos

O que aprendemos dessas palavras? João mencionou "muitos anticristos", indicando que esse termo não se refere a apenas uma pessoa, mas a um grupo de pessoas. Pessoas e organizações que fazem parte do anticristo espalham mentiras religiosas, negam que Jesus é o Cristo, ou Messias, e tentam distorcer a relação entre Deus e Seu Filho, Jesus Cristo. Eles falsamente afirmam ser o Cristo ou seus representantes, mas "saíram do nosso meio", ou seja, se afastaram dos verdadeiros ensinos bíblicos. Além disso, já havia anticristos quando João escreveu sua carta, na "última hora", provavelmente no final da época dos apóstolos.

O que mais João escreveu sobre o anticristo? Falando sobre falsos profetas, ele advertiu: "Toda expressão inspirada que confessa Jesus Cristo como tendo vindo na carne origina-se de Deus, mas toda expressão inspirada que não confessa a Jesus não se origina de Deus. Além disso, esta é a expressão inspirada do anticristo, de que ouvistes que viria, e agora já está no mundo." (1 João 4:2, 3) Daí, em sua segunda carta, João repetiu esse ponto: "Muitos enganadores saíram pelo mundo afora, pessoas que não confessam Jesus Cristo vindo na carne. Este é o enganador e o anticristo." (2 João 7) De acordo com João, o anticristo seria composto de todos os que deliberadamente espalham mentiras religiosas sobre Jesus Cristo e seus ensinos.
"FALSOS PROFETAS" E "O HOMEM QUE É CONTRA A LEI"

Jesus alertou que haveria falsos profetas que seriam como ‘lobos vorazes em pele de ovelha’

Bem antes de João escrever sobre esses enganadores, Jesus Cristo aconselhou seus discípulos: "Vigiai-vos dos falsos profetas que se chegam a vós em pele de ovelha, mas que por dentro são lobos vorazes." (Mateus 7:15) De forma similar, o apóstolo Paulo advertiu os cristãos em Tessalônica: "Que ninguém vos seduza, de maneira alguma, porque [o dia de Jeová] não virá a menos que venha primeiro a apostasia e seja revelado o homem que é contra a lei, o filho da destruição."  2 Tessalonicenses 2:3.

Fica claro que os falsos profetas e apóstatas já estavam em plena atividade no primeiro século, tentando enfraquecer a congregação cristã. Todos os que espalhavam enganos e mentiras religiosas sobre Jesus Cristo e seus ensinos estavam incluídos no termo "anticristo" que João usou. O ponto de vista de Jeová sobre eles foi revelado quando Paulo os descreveu como "o filho da destruição".

CUIDADO COM AS ATIVIDADES DO ANTICRISTO

E hoje? Ainda há pessoas e organizações que fazem parte do anticristo e se opõem a Cristo e seus ensinos. Elas espalham falsidades com a intenção de confundir a identidade do Pai, Jeová Deus, e de Seu Filho, Jesus Cristo. Existem bons motivos para termos cuidado com essas falsidades religiosas. Vejamos dois exemplos.

Por séculos, as igrejas divulgaram a doutrina da Trindade, afirmando que o Pai e o Filho são parte da mesma pessoa. Assim, o anticristo envolveu em mistério a identidade de Jeová Deus e de Jesus Cristo. Isso tem impedido pessoas sinceras de imitar Jesus e de ter uma amizade achegada com Deus, como a Bíblia incentiva. 1 Coríntios 11:1; Tiago 4:8.

As igrejas contribuem para essa confusão por incentivar o uso de traduções da Bíblia que omitem o nome de Deus, Jeová. Elas fazem isso apesar de o nome "Jeová" ocorrer cerca de 7 mil vezes no texto original da Bíblia. O resultado? A identidade do verdadeiro Deus fica cada vez mais envolta em mistério.

Por outro lado, saber o nome de Deus, Jeová, tem ajudado muitas pessoas sinceras a se achegar a ele. Isso foi o que aconteceu com Richard, que se lembra da conversa que teve com um casal de Testemunhas de Jeová. "Eles me mostraram na Bíblia que o nome do verdadeiro Deus é Jeová", diz Richard. "Achei fascinante a ideia de Deus ter um nome. Eu nunca tinha ouvido isso antes." Desde então, ele fez mudanças na vida para se ajustar aos padrões bíblicos e agradar a Jeová. Richard acrescenta: "Saber o nome de Deus me ajudou a me achegar a ele."

Há séculos, o anticristo tem mantido milhões de pessoas em escuridão espiritual. Mas, por estudar a Palavra de Deus, a Bíblia, podemos saber a verdadeira identidade do anticristo e ficar livres de suas mentiras religiosas.  (João 17:17) JW


Nenhum comentário:

Postar um comentário